Live 06.02.20 - A vida solitária e insatisfatória dos altos cargos

Atualizado: 26 de Fev de 2020

Lembro-me bem do dia, em 2011, no qual eu, executivo de multinacional americana, já tendo iniciado minhas formações como psicoterapeuta, pude olhar com clareza para a vida do meu chefe, Diretor Geral de Vendas.

Devia ganhar umas 3 vezes o que eu ganhava. Eu mesmo ganhava umas 2 vezes mais do que meu custo de vida demandava (mesmo vivendo muito, muito bem).

Ele tinha uma meta de vendas que precisava cumprir. Mas ele mesmo não tinha acesso aos clientes, dependia de mim e de meus colegas. E nós, dependíamos do contato dos vendedores nos clientes.