Live 13.02.20 - Passo a passo para a saúde emocional nas empresas

Atualizado: Fev 26

Para quem prefere ler, deixo aqui meu artigo sobre o tema.

-------


É muito bom ver como o tema da Saúde emocional vem ganhando espaço entre gestores corporativos da áreas de negócio e de RH. Está cada vez mais claro que, para o nível de performance esperado dos colaboradores, não há como não olhar para a forma como o emocional impacta a vida de cada indivíduo.


E aí entra o grande desafio.


Nosso emocional funciona com regras completamente diferentes da nossa razão:

· Ele é atemporal : Não importa se algo ocorreu a 10 anos, o que ocorreu no passado gera impacto na nossa vida hoje.

· Mais de 90% dele está no inconsciente ou no subconsciente: Como é que se pode lidar com algo que a pessoa não sabe que está sentindo?

· Ele é não linear: a pessoa pode sentir raiva e prazer ao mesmo tempo, para não dizer uma infinidade de emoções que podem acontecer ao mesmo tempo.


Por isso resolvi escrever este artigo que fala um pouco do passo a passo que tenho aplicado nos meus clientes.


1. O primeiro passo é reconhecer o problema e o seu impacto.

Quando converso com os gestores, é unanime a concordância de que o emocional afeta a performance. A pessoa sabe disso pois sente na própria pele.

Mas se peço para nomear como isso afeta, a pessoa divaga.

É preciso trazer “pé no chão”.

- A produtividade do funcionário fica prejudicada SIM.

- Ele está tomando remédios para tentar dar conta do trabalho SIM.

- Ele está dormindo mal e isso o leva a trabalhar mal SIM

- Ele está custando muito mais para o plano de saúde e para a empresa SIM.

- Ele não vê satisfação real no trabalho e faz o mínimo necessário SIM.


Ou seja, se o gestor resiste a este olhar pragmático, raramente tomará uma atitude. Mas se isto é encarado e aceito, podemos passar para o passo 2.


2. Endereçar claramente o problema


Muitas vezes o gestor resiste por não ver uma solução palpável, óbvia e efetiva.

Antes de buscar uma solução, é necessário saber de algumas coisas.

Por mais que você veja que as pessoas em geral estão estressadas e agindo com um emocional pouco maduro em relação ao trabalho, não será a empresa inteira que precisará de cuidados.

Identificar claramente quem pode receber uma orientação e um treinamento e com isso gerar um grande impacto aos negócios é parte deste segundo passo.

Uma vez identificado quem o gestor quer que melhore, aí sim é preciso agir. E aqui é fundamental fazer a diferenciação do passo 3.


3. Diferenciar o que é Saúde Mental e Saúde Emocional.


A maioria das pessoas e artigos coloca todos estes temas de cuidados com a psique (o emocional) como Saúde mental.Eu classifico de forma diferente.

Saúde mental são condições clínicas diagnosticadas por médicos, tratadas por psicólogos e psicoterapeutas, que dizem respeito apenas ao indivíduo.


A saúde emocional trata de como lidamos ou não lidamos bem com o que sentimos. Nas empresas, o que mais vemos é este tipo de problema impactar a performance e deixar a pessoa em um constante estado de Luta/Fuga. Neste estado, ela não trabalha bem, não gerencia bem, não cria bem, não se relaciona bem com os colegas, não faz nada tão bem como poderia e é esperado dela.

E este tipo de orientação pode plenamente ser aprendido com treinamentos comportamentais específicos. E assim chegamos ao passo 4.


4. Buscar ajuda especializada para o ambiente corporativo.


A maioria das abordagens que tentam ajudar no tema emocional das empresas são criadas por terapeutas que não vivenciaram o dia a dia das áreas de negócio. Acabam fornecendo uma técnica (de meditação, de coach...) mas que acaba valendo mais para o indivíduo do que tendo um alinhamento com o objetivo específico de melhoria da performance.


O gestor tem receio também de gastar com algo que um tanto etéreo que ele nem conhece direito e tem dúvidas do resultado.

Neste cenário é que se torna muito importante checar a base que fundamenta a metodologia ensinada no treinamento para dar confiança de sua aplicabilidade. Quando isso é visto, e realmente se percebe o fundamento, o gestor se sente muito confortável em investir.

A boa notícia é que tudo isso já existe e está disponível.


Se tiver interesse é só chamar, será uma honra ajudar.


Grande abraço


Heitor G. Fagundes

0 visualização

©2020 by Heitor G. Fagundes. 

SAUDE.VC Serviços para Consciência

R. MMDC 217 São Paulo SP

cel/whats: +55 11 970.866.906

  • LinkedIn ícone social
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • Black Facebook Icon