Transição de carreira: Passo 6 – Formação e dinheiro

Ao chegar neste passo, você já definiu o mais importante e estes dois assuntos merecem atenção especial.

No que se refere a como se formar, se educar, para a nova carreira você deve atentar para o fato de que várias outras pessoas já fazem o que você anseia por fazer.

As vezes as pessoas tem a ilusão de que só porque o chamado vem do fundo da alma, só porque está seguindo o seu “propósito”, as portas do mundo se abrirão facilmente. Ledo engano.

Você terá que passar pelas dores de um início de carreira, com o desafio de diferenciar-se e de ser, de corpo e alma, este novo profissional.

Para isso, uma boa formação e base é fundamental. E isso significa escolher cursos e professores que te desafiem. Se for fácil demais, desconfie. Pode até te ajudar, mas se for fácil demais as pessoas podem não reconhecer e ainda mais, várias outras pessoas (seus concorrentes na nova carreira) também poderão ter feito.

Outro alerta, não confie demais em ter feito a formação com “Fulano de tal”. Quando você apresentar esta formação com este “fulano”, seu cliente pode ter o interesse em ir procurar o “fulano”. Sugiro que você de preferência às instituições, aprenda e ofereça o aprendizado ao seu cliente.

Quanto ao dinheiro é importante ter uma reserva financeira para sua transição de carreira e as pessoas perguntam muito sobre “de quanto tempo” esta reserva deve ser.

Devo dizer que não há regra fixa por uma razão muito objetiva: Algumas pessoas vão manter a carreira como “part time” pela vida toda, ou até já ter clientes suficientes para se manter na nova carreira. Aí, o nível de reserva é mínimo ou até nulo.

Algumas carreiras que são incompatíveis uma com a outra, leve isso em consideração. É fundamental que você se prepare. Você terá uma boa referência quando começar a atuar de forma paralela com seu novo trabalho.

Como vimos no passo 5, é importante ter um período no qual você atua nas duas carreiras ao mesmo tempo. Assim, você terá um feeling preciso de quanto dinheiro você consegue ganhar de verdade na nova carreira e assim calcular o tamanho da sua poupança.

É importante alinhar também com sua família, caso seja casado, o investimento que pretende fazer nesta transição. Se o nível de investimento for alto e impactar o bem estar deles é importante que eles saibam. Esta conversa pode não ser fácil e por isso, uma boa preparação emocional é fundamental.

Mas é plenamente possível se preparar bem tanto financeiramente como educacionalmente.

Veja mais no vídeo no Youtube:

https://youtu.be/4bBiv-a9q34

Gostou até aqui?

No próximo texto tem mais.

Até lá

Heitor G. Fagundes

Psicoterapeuta



4 visualizações

©2020 by Heitor G. Fagundes. 

SAUDE.VC Serviços para Consciência

R. MMDC 217 São Paulo SP

cel/whats: +55 11 970.866.906

  • LinkedIn ícone social
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • Black Facebook Icon